Notícias

1# Montando seu primeiro Aquário para Camarões Caridina Cantonensis.

Essa é a primeira parte de uma série de artigos sobre os Camarões ornamentais. A Montagem de um aquário para camarões tem sido um enorme desafio, pois cada vez que procuramos informações nos deparamos com mais e mais dúvidas, seja os parâmetros do aquário, tipos de substratos, equipamentos, alimentação, minerais, suplementos e dentre outros itens que possam ser introduzidos nesse tipo de aquário. Esse artigo é baseado em uma experiência pessoal. Tentei de uma forma mais simples abordar todos esses itens com o principal assunto:  Aquário para Camarões. Compartilhe!

→ Pense sempre: A montagem do aquário é para os camarões e não para as plantas.

1º Passo: Montado o Aquário para Caridina Cantonensis sp. Red Bee/Black Bee.

Dia da Montagem: 06/07/2012
Dimensão: 40x20x30
Filtragem: Canister Resun CY-20  200l/h com mídia biológica X100 Mini da Aquamazon.

Substrato: Shrimp Sand da Up Aqua e Substrato Especial Amazônia da MBreda.

Parâmetros:
PH: 6.4
KH: 0~1
 Amônia: 0,50ppm
Nitrito NO2: 0,25 ppm
Fauna:
Caridina Cantonensis sp. “Red Bee” e “Black Bee”.
Flora:

Marimo Ball, Microsorum Pteropus, Microsorum Windelov, Microsorum Narrow Leaf, Anubia Nana Var. Petit, Anubia var. White, Anubia var. Coffeefolia, Christmas Moss, Flame Moss.

Ração Utilizada: ADA original Red Bee Shrimp food, D-50 Plus Granulat(Tropical), D-Allio Plus(Tropical), Novo Prawn(JBL), Super Spirulina Forte(Tropical).
Outros Alimentos: Alga Nori, Folha de Amendoeira (Terminalia catappa L.)
Outros Equipamentos: Cooler, Termômetro, Timer, testes Alcon.

11

Foi adicionado uma camada fértil de Substrato especial Amazônia MBreda, o ideal é essa camada em primeiro plano em contato com os camarões.

21Camada de mídias biológicas para a colonização de bactérias nitrificantes.

31Uma camada com tecido tipo filó por cima do filtro FBF, preencha todo a superfície com as placas.
413ª Camada com o Substrato Shrimp Sand. No caso deste substrato seu papel principal é tamponador: Auxiliando na regulagem dos parâmetros como o PH(6.0-6.5), deixando a água mole própria para os camarões, fornecendo alguns nutrientes, além de conter montmorillonita que é um material argiloso com grande capacidade de trocas catiônicas.
5Resultado final:  Observe que há espaços entre as mídias biológicas para facilitar a passagem da água quando o sistema do filtro FBF estiver ligado.

O Aquário: Optei por um aquário pequeno, com apenas 40 x 20 x 30(cm), assim teria mais controle da temperatura e outros parâmetros, mas é uma opção arriscada devido a rapidez que um parâmetro pode variar. Basta colocar uma pitada a mais de ração e ter um pico de amônia!

2º Passo: Substrato e Dicas.

Shrimp Sand:
Esse substrato tem formato de pequenas bolinhas que ajudam bastante na organização da camada no aquário, eu usei 2kg para um aquário com  40 x 20 x 30(cm) e ficou 3cm de altura, mas você pode tranquilamente economizar na altura e deixar entre 1-2cm.
Segundo o fabricante o substrato é rico em minerais e contém montmorillonita que é um material argiloso com grande capacidade de trocas catiônicas e outros minerais que automaticamente provocam o amolecimento da água. Promete também PH entre 6.0-6.5 e minerais dissolvidos adequados são essenciais para os ciclo de vida dos camarões. RECOMENDO
Substrato especial Amazônia da MBreda:
Eu gosto de usar esse substrato devido sua propriedade inerte em relação aos parâmetros (pode deixar levemente ácido beneficiando os camarões), apesar de ser um substrato especifico para aquários plantados ele tem utilidade nutricional para os camarões, pois eles ficam se alimentando do substrato. É comum ver eles mordiscando e comendo os grãos do substrato. RECOMENDO
A granulometria foi especialmente feita e selecionada para que a circulação da água ocorra pelo substrato, levando oxigênio para o meio, evitando assim a ação fermentadora de bactérias anaeróbicas, que dão origem á gases deletérios como o metano(CH4) e o sulfídrico ( H2S). Além dessas propriedades é um ótimo substrato para manter o biofilme essencial para os camarões.

Garantias:
Tio………………………….. 0,05%
K……………………………. 0,24%
Ca…………………………… 1,05%
Mg…………………………. 0,84%
Fe………………………….. 0,27%
Al…………………………… 1,16%
Si……………………………. 6,35%
N……………………………. 0,40%
P…………………………….. 0,07%
S……………………………. 0,34%
Na………………………. 0,0009%
PPM Partes por milhão:
Mn…………………………….166,9
Zn………………………………292,5
Cu……………………………….14,2
B………………………………….63,8

Condut. elétrica 1.600 (umnhos)
CTC……………….15,5 (me/100g)
Umidade………………………..10%

Natureza física: Granulado fino.
Análise: Paulo Cesar CRQ. 12A Reg.12100079

Obs: O substrato Fértil tem um PH de 6.6, mas não consegue interferir na água. Se no aquário tiver um tronco ou rochas que alterem o PH o substrato não vai mexer nessa reação. Tem KH equivalente a 2(mole) e GH também é baixo.

3º Passo: Fauna Já estava acostumado com os Red Cherries, então resolvi pular de etapa e começar com os Red Crystals. Para mim foi um desafio ter esses camarões devido a complexidade que eles são e variações de cores que eles podem oferecer.

red-bee

Red Crystal já no Aquário Ciclado!

Nome: Camarão Red Crystal / Red Bee
Nome científico: Caridina cf. cantonensis “Crystal Red”
Origem: Mutação do Camarão Abelha (Bee Shrimp)
Tamanho: macho/fêmea: 2.5cm / 3.0cm
Temperatura: 25 – 28 °C
Parâmetros da água: PH 6.5 – 7.5
GH: 4~6
KH: 0~2
TDS: 100~150
Taxa reprodutiva: Alta
Sociabilidade: Pacífico
Dificuldade: Média

  • É uma pergunta frequente: “Posso colocar peixes no aquário de camarões?

– A resposta é NÃO. A razão dessa resposta é que os filhotes nascem muito pequenos, posteriormente serão predados e perseguidos pelos peixes, se você quer uma boa reprodução de camarões NÃO coloque peixes seja qual for o tamanho da boca dele! Exceto em aquário grande, com bastante plantas e uma boa quantidade de camarões.

Caramujo Red Ramshorn e Red Crystal.

Caramujo Red Ramshorn e Red Crystal.

Toda a montagem desse aquário foi feita especialmente para os camarões Caridina Cantonensis sp. Red Bee e Black Bee, mas você pode introduzir  Otocinclus e alguns invertebrados do tipo Planorbis e Pomáceas.

4º Passo: Aclimatização e Dicas importantes.

Os camarões chegaram! Aclimatização:
O sucesso inicial para evitar qualquer perda depende do modo que você vai aclimatar os Camarões, então existe N maneiras para isto. É bom ter sempre um aquário pequeno ou um recipiente de vidro para aclimatar os bichos.

Modo de fazer:
Coloque com cuidado em um  recipiente pequeno a água do saquinho junto com os camarões e alguns musgos, em seguida coloque o recipiente no aquário definitivo, assim vai parear a temperatura da água do aquário com a do recipiente.

Adicione 20ml de água com uma seringa a cada 15 minutos, qualquer tipo de mudança no comportamento dos camarões pare esse processo e retorne quando voltar ao normal.

Após 2 horas coloque seus camarões no aquário com bastante cuidado e fique atento se há qualquer comportamento diferente.

Alguns criadores utilizam conta gotas, daqueles que você usa ao tomar soro fisiológico no hospital, confira o vídeo abaixo.


Caridina Cantonensis sp. pulam!
Quando recebi os camarões fiz a aclimatização e coloquei no aquário. Tive a infelicidade de perder alguns camarões devido o stress da viagem de São Paulo para Alagoas, no outro dia percebi alguns camarões no chão. Alguns criadores me alertaram que os Bees tem a tendência de pular por causa da alguma incompatibilidade ou até para explorar. Confiram o vídeo abaixo.

Camarão Black Bee morto depois de dois dias da aclimatização.

Camarão Black Bee morto depois de dois dias da aclimatização.

Algumas dicas para você não ter o problema acima:
1- Tenha paciência na climatização;
2- Verifique periodicamente os parâmetros do aquário, principalmente a temperatura e amônia;
3- Evite deixar mangueiras encostadas no vidro;
4- Cole vidros ou algo que tampe as quinas do aquário, pois os camarões tendem a subir pelo o silicone do aquário. Até uma régua serve.

1-pular-camar-C3-A3o
5º Passo: Equipamentos/Outros

  • Filtragem:

É fundamental uma boa filtragem no aquário, não adianta comprar um bom filtro se não tem mídias biológicas de qualidade. Optei em comprar o mini canister da Resun CY-20  200l/h, ele realmente cumpre o que faz, tem uma boa vazão e roda tudo direitinho… Mas tem alguns problemas que me deixou bastante frustado no começo: Vazamento constante(tive que usar veda rosca), os suportes que prendem as mangueiras quebraram no primeiro dia. Tenho dois filtros destes em funcionamento com esses mesmos problemas. Não recomendo

  • Mídias Biológicas:

O mini canister tem pouquíssimo espaço para mídias, isso não quer dizer que não seja ideal para um aquário pequeno. Por causa desse limite de espaço eu adquiri as mídias biológicas X100 mini da Aquamazon.

Em formato de pequenas esferas elas ocuparam perfeitamente o espaço no filtro e ainda veio uma ampola com bactérias liofilizadas para acelerar no processo da ciclagem e nutrir as bactérias responsáveis pela filtragem biológica. RECOMENDO
X100 mini da Aquamazon, eu usei um pote de 500g .

X100 mini da Aquamazon, eu usei um pote de 500g .

 

Segundo o fabricante a X100 mini tem as seguintes propriedades:

  1. Esferas de vidro sinterizado de 6 a 8mm;
  2. Rendimento até 5x mais que as mídias cerâmicas;
  3. Acompanha uma ampola com bactérias liofilizadas;
  4. Ideal para filtros compactos internos e externos;
  5. Para aquários de até 50 litros de água doce ou salgada.
  • Resfriador:

Eu como moro no nordeste e tenho GRANDE problema com a temperatura, então é essencial algum fator para que esfrie sua água, o ideal é manter entre 25-26º. Eu atualmente tenho usado alguns coolers nos aquários para manter a temperatura,  nesse aquário em especifico eu uso um cooler grande de 12v, 0.5a, 7w do modelo “Silent Fan SCNDM12B4-904” é fácil encontrar no Ebay.

É um cooler muito potente e bastante resistente, já caiu algumas vezes dentro do aquário e depois de seco continuou funcionando.(Inclusive fui ver o modelo agora e terminei derrubando.)

Temperatura: Esse é um dos pontos mais importantes para a criação dos Bees, a temperatura é essencial. Eu tive vários problemas quando eu montei meu aquário, estava num período frio em Alagoas e tudo ocorreu bem. Reproduziam, trocavam o exoesqueleto periodicamente, cresciam bastante… Chegou o calor e tudo isso estacionou. A temperatura agora é 28-29 e antes era 25-26.

Otocinclus  no termômetro.

Otocinclus no termômetro.

Recomendações: Se tiver uma grana extra compre um ar-condicionado para climatizar o ambiente junto com um termostato no aquário para manter a temperatura ideal.

  • Termômetro: Sempre tenha em seu aquário um termômetro, eu utilizei o com mercúrio, mas você pode utilizar o digital.
  • Timer:  Importante para regular o relógio biológico da fauna do seu aquário. Eu utilizo o modelo digital, mas existe modelos analógicos bem em conta. 
  • Iluminação: Eu uso uma luminária genérica com uma lâmpada da Osram de 15W com 6500K.

 

6º Passo: Flora

A flora é importantíssima no aquário e dá uma beleza natural, além de ser eficiente na filtragem do aquário e oxigenação. Pense sempre que a montagem é para os camarões e não para as plantas, então seja esperto nesse quesito e escolha plantas que não necessitam de Co2, substrato fértil, fertilizantes líquidos ou qualquer adição.
Mugo Flame amarrado no pedaço de telha.

Mugo Flame amarrado no pedaço de telha.

– O Co2 pode variar seu PH ou até matar seu camarões por causa de sua característica em diminuir o PH principalmente quando não está no período de fotoperíodo.

– Alguns fertilizantes líquidos podem conter substancias nocivas aos camarões(Leia sempre o rótulo), tenho camarões em aquários plantados e por experiência própria eles parecem mais saudáveis quando estão em um aquário especifico para eles. A reprodução diminui, a coloração é bem mais fraca e alguns aparecem mortos sem causa aparente. Já tive amigo que dosou fertilização líquida e morreram todos. (Tenha cuidado nesse quesito)

Por conta desses fatores eu escolhi colocar as seguintes plantas:
Marimo BallMicrosorum Pteropus, Microsorum Windelov, Microsorum Narrow Leaf, Anubia Nana Var. Petit, Anubia var. White, Anubia var. Coffeefolia, Christmas Moss(Musgo), Flame Moss.

Filhotes de Red Crystal no Marimo Ball

Filhotes de Red Crystal no Marimo Ball

– São plantas resistentes, com poucas necessidades… Basta uma iluminação fraca para elas desenvolverem.

Cuidado Anubias: Evite fazer podas em aquário para camarões, principalmente as Anubias. Eu já fiz o teste e senti alguns camarões agitados e alguns filhotes mortos depois da poda. Segundo alguns relatos as Anubias podem soltar toxinas nocivas na água.

As Anubias, como todas as espécies de plantas, possuem substâncias de proteção que evitam sua predação por animais, principalmente artrópodes (incluindo camarões).  Algumas espécies de animais herbívoros são imunes a certas toxinas das plantas virando os seus principais predadores na natureza. Já pensaram se não tivesse esse mecanismo? Toda planta poderia ser predada por milhares de espécies de artrópodes. Esse mecanismo minimiza os predadores. As anúbias são da família das Aráceas. Plantas notadamente tóxicas. Ela é parente da famosa comigo ninguém pode (Dieffenbachia) que já fez diversas vítimas inclusive humanas no Brasil, parente também do Antúrio e da flor da Spatifilus que são utilizados como antissépticos íntimos ou de feridas.

As Aráceas possuem alta carga de toxinas na seiva que podem matar inclusive animais de grande porte. Contudo em anúbias ainda não foi feito nenhum estudo conclusivo estabelecendo quais espécies podem conter toxinas perigosas para camarões e outros habitantes dos aquários. Além do que, a toxidez da seiva pode variar de acordo com o estágio de desenvolvimento da planta, época do ano e o acionamento de um mecanismo de defesa após a predação inicial. Por isso as podas podem desencadear um processo de produção de toxinas na planta. Vale a pena neste caso ter o cuidado de não por em risco a vida dos camarões fazendo podas nas anúbias dentro do aquário. Se fazê-lo faça fora do aquário e deixe passar no mínimo uma semana antes de reintroduzir a planta no aquário de camarões. – Contribuição de Daniel Pereira da Costa que é Zootecnista (IFMG), Especialista em piscicultura (UFLA), Mestre em Produção animal (UFMG) Consultor em piscicultura e produtor comercial de peixes, crustáceos e moluscos ornamentais em Belo Horizonte – MG

Filhote de Caridina Cantonensis na folha de Anubia.

Filhote de Caridina Cantonensis na folha de Anubia.

Segue uma lista de plantas “low tech” para aquário de camarões. Se tiver alguma dúvida eu sugiro que  fique entre as Musgos, Microsoruns, Flutuantes e Anúbias. Outras plantas que podem ser introduzidas são Élodea, Cambomba carolina e Najas guadalupensis.

Musgos, Microsoruns e outros:
Marimo Ball- Aegagropila linnaei
African Water Fern – Bolbitis heudelotii
Watersprite – Ceratopteris thalictroides
Pheonix Moss – Fissidens fontanus
Singapore Fissidens – Fissidens sp. “Singapore”
Zipper Moss – Fissidens zippelianus
Willow Moss – Fontinalis antipyretica
Wavy Leaf Java Fern – Microsorum pteropus undulata
Tropica Java Fern- Microsurm pteropus ‘tropica’
Philippine Java Fern – Microsorum pteropus ‘Philippine’
Java Fern – Microsorum pteropus
Red Java fern – Microsorum pteropus “red”
Windelov Java Fern – Microsorum pteropus ‘Windelov’
Narrow Leaf Java Fern – Microsorum pteropus v. ‘narrow leaf’
Needle Leaf Java Fern- Microsorum pteropus ‘needle leaf’
Pellia – Monosolenium tenerum
Mini Pellia – Riccardia chamedryfolia
Round Pellia – Süßwassertang
Flame Moss – Taxiphyllum alternans
Java Moss – Taxiphyllum barbieri
Peacock Moss – Taxiphyllum sp. ‘peacock’
Taiwan Moss – Taxiphyllum sp.
Java Moss – Vesicularia dubyana
Christmas Moss – Vesicularia montagnei
Erect Moss – Vesicularia reticulata
Water Clover – Mariselia minuta
Marsilea hirsuta
Four Leaf Clover – Mariselia quadrifolia

Plantas de Caule:
Waterwheel Plant – Aldrovanda vesiculosa
Bacopa – Bacopa caroliniana
Moneywort – Bacopa monnieri
Hornwort – Ceratophylum demersum
LWatersprite – Ceratopteris thalictroides
LAnacharis – Egeria densa
American Waterweed- Elodea canadensis
Stargrass – Heteranthera zosterifolia
FL-Brazilian Pennywort – Hydrocotyle leucocephala
Water Pennywort – Hydrocotyle ranunculoides
Ceylon Hygro – Hygrophila polysperma ‘Ceylon’
Giant Hygro – Hygrophila corymbosa
Water Wisteria – Hygrophila difformis
Green Hygro – Hygrophila polysperma
Sunset Hygro – Hygrophila polysperma ‘Rosanervig’
Parrots Feather – Myriophyllum aquaticum
Guppy Grass – Najas guadalupensis
Cambomba – Cambomba carolina

Flutuantes:
Hornwort – Ceratophylum demersum
Watersprite – Ceratopteris thalictroides
Anacharis – Egeria densa
Brazilian Pennywort – Hydrocotyle leucocephala
Duckweed – Lemna minor
Parrots Feather – Myriophyllum aquaticum
Red Root Floater – Phyllanthus fluitans
Giant Slavinia – Salvinia molesta

Anúbias:
Anubias barteri – Anubias barteri
Anubias barteri ‘marble’ – Anubias barteri ‘marble’
Coffee leaf anubias – Anubias barteri v. ‘coffeefolia’
Anubias barteri v. ‘glabra’ – Anubias barteri v. ‘glabra’
Golden nana – Anubias barteri v. ‘nana golden’
Anubias nana – Anubias barteri v. ‘nana’
Narrow leaf nana – Anubias barteri v. ‘nana narrow leaf’
Petite nana – Anubias barteri v. nana ‘petite’
Hastifolia – Anubias hastifolia
Barteri Round Leaf – Anubias barteri v. ‘Round Leaf’
Gigantea – Anubias gigantea
Congensis – Anubias congensis
Lanceolota – Anubias lanceolota
Gracilis – Anubias gracilis
Anubias Barteri v Angustifolia – Anubias barteri v angustifolia
Caladiifolia -Anubias barteri v. Caladiifolia
Anubias Afzelli – Anubias afzelli

Outras:
Water Celery- Vallisneria americana
Contortion Val – Vallisneria asiatica
Vallisneria natans
Valliseneria rubra
Corkscrew Val – Vallisneria tortifolia
Dwarf Sag- Sagittaria subulata

7º Passo: Alimentação
Apesar dos camarões serem animais necrófagos ou detritívoros, ou seja se alimentam de restos animais, vegetais e aceitam qualquer tipo de alimento.
 É de suma importância oferecer uma alimentação adequada, atualmente tenho usado algumas rações de marcas variadas nas quais vou fazer minhas recomendações logo abaixo em ordem alfabética.

Dicas:
– Eu alimento uma vez por dia 1 pellet para cada camarão adulto. É importante definir a hora para alimentar seus camarões, pois eles se acostumam comer sempre naquele horário.
– Separe sempre a ração que você irá usar no mês, deixando o restante no pote original. Assim você evita perder toda a ração com algum tipo de fungo.

  • ADA original Red Bee Shrimp food(ADA)
Ração em formato de pastilhas de coloração esverdeada, é uma ótima opção para os camarões. Segundo o fabricante a ração possui em sua composição Aqua Soil Amazônia. Além de ter espinafre, spirulina, soja, farinha de peixe, farinha krill, farinha de lula. A aceitação foi imediata.
Dica: Quebra a pastilha para que fique um pedaço por camarão.
Red Crystals se alimentando de ADA original Red Bee Shrimp Food.

Red Crystals se alimentando de ADA original Red Bee Shrimp Food.

Ingredientes: Imported fish meal, Krill meal, Squid meal, Wheat flour, Soybean, Spinach, Marine Algae, Spirulina, Torula yeast, Bonding agent, Chitin, Carotenoid, Multi-vitamins and mineral, Aqua Soil- Amazonia, Guarranteed Analysis: Crude protein: 48% (Min.) Crude Fat: 4% (Min.) Crude Fiber: 4% (Max.) Crude Ash: 16% (Max.) Moisture: 8% (Max.)

  • D-50 Plus Granulat(Tropical)

Ração em formato granulado avermelhado com elevado teor de proteínas. Com 50% de proteína facilmente assimiláveis, ricas em aminoácidos exógenos, astaxantina, Beta1,3/1,6-Glucan e beta-caroteno.
Eu uso essa ração para ajudar na coloração dos camarões e reforçar a imunidade deles.
– É uma ótima ração para camarões recém chegados, com alguma deficiência nutricional ou/e camarões doentes.

Ingredientes: Peixes, extractos de proteínas vegetais, moluscos e crustáceos, cereais, carnes, subprodutos de origem vegetal, algas, leveduras (incl. beta-1,3/1,6-glucan 1 000 mg/kg), óleos e gorduras, substâncias minerais. Aditivos: Vitaminas, pró-vitaminas e substâncias quimicamente bem definidas de efeito semelhante: vit. A 50 000 IU/kg, vit. D3 2 000 IU/kg, vit. E 200 mg/kg, vit. C 540 mg/kg. Compostos de oligoelementos: E1 ferro 60,0 mg/kg, E6 zinco 17,2 mg/kg, E5 manganês 12,0 mg/kg, E4 cobre 3,1 mg/kg, E2 iodo 0,37 mg/kg, E8 selénio 0,37 mg/kg, E7 molibdênio 0,08 mg/kg, E3 cobalto 0,02 mg/kg. Corantes: astaxantina 120 mg/kg. Antioxidantes. Constituintes analíticos: proteína bruta 50,0%, matéria gorda bruta 8,0%, fibra bruta 3,5%, humidade 10,0%.

  • D-Allio Plus(Tropical)

Ração em formato granulado de cor marrom, é um alimento especial porque oferece os benefícios das conhecidas e valorizadas do Alho(Allium sativum L.), a ração cheira a alho!
É  composto também por componentes naturais selecionados, contendo vitaminas, oligoelementos e minerais.
– Possui ferro que ajuda na coloração vermelha do camarão. É uma ótima ração, principalmente para os camarões que não aceitam nenhuma ração.

Ingredientes:  Origem vegetal (incluindo alho min. 30%), peixes, moluscos e crustáceos, extractos de proteínas vegetais, cereais, carnes e subprodutos animais, algas, óleos e gorduras, substâncias minerais. Aditivos: Vitaminas, pró-vitaminas e substâncias quimicamente bem definidas de efeito semelhante: vit. A 38 000 IU/kg, vit. D3 2 000 IU/kg, vit. E 130 mg/kg, vit. C 960 mg/kg. Compostos de oligoelementos: E1 ferro 45,0 mg/kg, E6 zinco 12,2 mg/kg, E5 manganês 9,5 mg/kg, E4 cobre 2,2 mg/kg, E2 iodo 0,3 mg/kg, E8 selénio 0,3 mg/kg, E7 molibdênio 0,06 mg/kg, E3 cobalto 0,02 mg/kg. Corantes. Antioxidantes. Constituintes analíticos: proteína bruta 47,0%, matéria gorda bruta 7,0%, fibra bruta 4,0%, umidade 10,0%.

  • Novo Prawn(JBL)

Ração em formato granulado de cor marrom, alimento especifico para camarões. Composto por urtiga, cenoura, milho, arroz, espinafre, ervilha, extrato de pimenta e 5% de Spirulina. Segundo o fabricante é uma ração com propriedades anti-séptica, antioxidante, um bactericida natural, e ainda é uma fonte riquíssima de vitaminas A, C e complexo B. Tem o diferencial de durar até 24 horas no aquário sem se desmanchar e nem interferir nos parâmetros da água.

Black Bee com ração Novo Prawn.

Black Bee com ração Novo Prawn.

Ingredientes: Farinha de peixe, Gérmen de trigo, Trigo integral, Milho integral moído, arroz integral, farinha de soja, farinha de camarão, espinafre, urtiga, cenoura, ervilha, extrato de pimenta, spirulina desidratada, premix vitamínico, Aditivo antioxidante, Premix aminoácido, Níveis de garantia, Proteína bruta mínima: 40%, Extrato etéreo mínimo: 5%, Fibrabruta máxima: 3%, Material mineral máximo: 12%, Cálcio máximo: 2,5%, Fósforo mínimo: 1%, Umidade máxima: 8%.

  • Super Spirulina Forte(Tropical)

Ração em formato granulado de cor verde escuro, alimento com uma grande quantidade de Spirulina Platensis(36%). Eu pessoalmente gosto de usar essa ração como fonte de proteína vegetal para os camarões. Segundo o fabricante a ração é fonte de ácidos graxos insaturados, rica em proteínas facilmente assimilável, aminoácidos, vitaminas e oligoelementos, que asseguram o crescimento intensivo, excelente estado de conservação e vitalidade.

Ingredientes: Algas (incluindo Spirulina platensis min. 36%), extractos de proteínas vegetais, subprodutos de origem vegetal, peixes e subprodutos de peixes, cereais, moluscos e crustáceos, carnes e subprodutos animais, leveduras, óleos e gorduras, substâncias minerais. Aditivos: Vitaminas, pró-vitaminas e substâncias quimicamente bem definidas de efeito semelhante: vit. A 38 000 IU/kg, vit. D3 2 000 IU/kg, vit. E 200 mg/kg, vit. C 540 mg/kg. Compostos de oligoelementos: E1 ferro 42,0 mg/kg, E6 zinco 11,5 mg/kg, E5 manganês 9,0 mg/kg, E4 cobre 2,1 mg/kg, E2 iodo 0,26 mg/kg, E8 selénio 0,26 mg/kg, E7 molibdênio 0,06 mg/kg, E3 cobalto 0,02 mg/kg. Corantes. Antioxidantes. Constituintes analíticos: proteína bruta 48,0%, matéria gorda bruta 6,0%, fibra bruta 3,8%, umidade 10,0%.

  •   Nori 

É aquela alga usada ao redor Sushi, é uma espécie de folha feita a partir de algas marinhas amplamente utilizada em pratos da culinária japonesa. Eu costumo usar uma vez por semana devido suas propriedades benéficas: Rica em proteína, cálcio, ferro, vitamina A, B e C. A alga Nori contém duas vezes mais proteína do que algumas carnes.

Alga Nori Red-Crystal

Alga Nori

  • Folha de Amendoeira (Terminalia catappa L.) – IMPORTANTE

Esse é o ingrediente mais importante para uma criação de sucesso, costumo usar da seguinte maneira em meu aquário:  Corto uma folha devidamente seca e tratada em formato de quadrado e adiciono no aquário, deixo lá até não ter mais nada. (Abaixo como tratar a folha para o aquário)

Folha de Amendoeira e camarões

Folha de Amendoeira e mídias biológicas Aquamazon.

Recomendações: 
– Usar as folhas secas ou maduras e lavar bem antes de adicionar no aquário;
– As folhas são lavadas e coletadas diretamente da árvore;
– Evite pegar folhas perto de locais com grande poluição.

Efeitos esperados no processo terapêutico:

  1. Recuperação do vigor físico;
  2. Aumento da capacidade imunológica;
  3. Tranquilizante;
  4. Intensificação das cores;
  5. Baixa PH;
  6. Alto poder antifúngico;
  7. Alto poder bactericida;
  8. Alto poder parasiticida;
  9. Simular condições de águas escuras (Black Water).

Efeitos esperados no processo reprodutivo:

  1. Alimento para os filhotes de Camarões; (Confira o vídeo)
  2. Estimula à reprodução;
  3. Diminuição/ausência de ovos fungados (ovos brancos);
  4. Redução de baixas de alevinos nos primeiros dias de vida;
  5. Desvantagem: Leve turbidez na água(Cor de Chá) e diminuição do PH;

Modo de Usar:
– Adicionar diretamente no aquário cada folha para 60L de água;
– Pode ser adicionado no filtro;
– Pedaços recortados;
– Na água de reposição.

8º Passo: Manutenção.

  • TPA
Outro item importante no aquário para camarões é a Troca Parcial de Água, se você quer um aquário saudável mantenha uma rotina de TPAs. No meu aquário eu costumo fazer a cada 10 dias a troca de 30% e sempre repondo a água que evaporou diariamente, se possível troque 10% todos os dias. A dica é colocar um alarme nos dias da TPA. Evite grande reposições de água e fatores de stress como colocar a água de forma abrupta.
OBS: Se na sua casa tem cloro então faça o tratamento antes de colocar a água no aquário conforme o manual(não tenha pressa), use produtos de qualidade, apesar de não ter cloro aqui em casa eu costumo usar o Prime da Seachem.

Dedico esse artigo ao casal Daniel Alves e Cristiane Magnussen que me iniciaram no hobby de camarões no qual tanto aprendi!

comments

Sobre André Albuquerque

Analista de mídias sociais e aquarista desde os 6 anos. Meu falecido irmão tinha uma carcaça da geladeira onde havia muitos peixes e plantas, tudo aquilo brilhava nos meus olhos, até hoje tenho o suporte de aquário que ele me deu. Magia é ver as plantas crescendo e todo tipo de fauna se reproduzindo dentro de uma caixa de vidro.
  • Anonymous

    Muito obrigada pelas informações! Muito bem explicado

  • http://www.blogger.com/profile/15576662486474828082 Alvaro Lyra

    andré. bixo não tinha visto seu artigo, rapaz muito bom mesmo, valeu ajudou muito.

  • http://www.blogger.com/profile/13438198835796961117 Alex Camilo

    Muito bom mesmo esse artigo, aprendi muitas coisas. valeu por compartilhar.

  • Adriano Torres

    Opa! Excelente idéia para artigo, porém gostaria de entender algumas coisas:

    Na descrição cita que a filtragem vai ser um Canister Resun e um pouco
    mais abaixo você monta um FBF, algum motivo em especial para utilizar o
    FBF?

    Na primeira foto da 1ª camada que tem por legenda “Foi
    adicionado uma camada fértil de Substrato especial Amazônia MBreda, o
    ideal é essa camada em primeiro plano em contato com os camarões.”

    Aí na segunda camada já são as mídias biológicas, depois a terceira
    camada tela e FBF e na quarta camada, “Substrato Shrimp Sand” só que a
    legenda é

    “3ª Camada com o Substrato Shrimp Sand. No caso deste
    substrato seu papel principal é tamponador: Auxiliando na regulagem dos
    parâmetros como o PH(6.0-6.5), deixando a água mole própria para os
    camarões, fornecendo alguns nutrientes, além de conter montmorillonita
    que é um material argiloso com grande capacidade de trocas catiônicas.”

    Existe uma confusão aí ou foi eu que não entendi? Muito obrigado! :)

    • AquaA3

      Respondi nos comentários do Facebook, abraços